segunda-feira, 31 de julho de 2017

A Imaginação de Marketing

No início da década de 60, o professor Theodore Levitt, publicou um artigo na famosa revista Harvard Business Review, que se tornou um obrigatório a leitura para todos os profissionais de marketing, revolucionando a importância do marketing para o desenvolvimento dos negócios.

A seguir, vamos descrever os principais pontos ou insight por ele enfocado neste extraordinário artigo:
·       “Nada impede o progresso como a imaginação”.
·       “As ideias podem ser desejadas e a imaginação é o seu motor”.
·       “A imaginação gera a ideia e depois, para ser eficaz, precisa convertê-la em resultados”.
·       “A imaginação de marketing é o ponto de partida do êxito em marketing”.
·       “ Na fábrica fazemos cosméticos. Na loja vendemos esperanças”.
·       “Diferenciar eficazmente uma oferta implica saber efetivamente o que impulsiona e atrai clientes. Implica saber como os clientes diferem uns dos outros e como essas diferenças podem ser reunidas em segmentos comercialmente significativos”.
·       “O descobrimento da simplicidade das coisas é a ess6encia da imaginação de marketing”.
·       “Imaginação significa construir mentalmente o quadro do que existe e do que deveria existir, do que nunca foi realmente experimentado. Exercer a imaginação é ser criativo. Requer inventividade intelectual ou artística”.
·       “O objetivo de marketing é obter e manter clientes, e também fazer com que os atuais compradores prefiram fazer negócio com você e não com seus concorrentes. Em marketing, portanto, a imaginação tem de enfocar constantemente esse objetivo”.
·       “A essência da concorrência é a diferenciação: proporcionar alguma coisa diferente e fazê-lo melhor do que o seu concorrente”.
·       “O propósito da empresa é obter e manter clientes. Sem clientes, não ha magia de engenharia, nem talento financeiro, nem perícia operacional que possa manter a empresa viva”.
·       “A história de todas as empresas de sucesso é uma história de propósitos certos na ocasião certa, executadas com os meios certos para suas situações”.
·       “O truque é combinar competitividade de preços com competitividade nos demais setores. Em suma, o truque está em proporcionar o valor mais competitivo”.
·       “A diferenciação competitiva é mais eficaz e duradoura do que apenas a produção de baixo custo”.
·       “O marketing deve estar instalado no centro do planejamento estratégico corporativo”.
·       “A diferença entre dados e informações é que, enquanto os dados são coletados de fatos brutos, informações representam a organização seletiva e a interpretação imaginativa desses fatos”.
·       “É errado dizer que o ato mais importante e criativamente desafiador da decisão empresarial é a escolha quanto ao que está para ser feito. O trabalho mais importante e desafiador envolve pensar nas possibilidades entre as quais devem ser feitas as escolhas”.
·       “O planejamento estratégico envolve definir o que deve ser feito. Ele se acha inevitavelmente enraizado em questões de marketing, na necessidade de responder àquelas realidades que são requisitos intransigentes do mercado”.
·       As pessoas não farão com boa vontade nem entusiasticamente aquilo que não parece sensato nem adequado e, com certeza, não farão o que não é compreensível”.
·       “Para ter sucesso, uma estratégia também precisa ser simples, clara e expressar em poucas linhas”.
·       O marketing é determinante nos resultados nos resultados empresariais”.
·       “A razão [e que o marketing lida as fontes e níveis das receitas que ajudam a determinar o destino da empresa”.
·       “O bom trabalho em busca dos objetivos errados é mais nocivo do que o mau trabalho em busca dos objetivos errados”.
Pense nisso!

Nenhum comentário:

Postar um comentário